Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Facilmente encontrada com preços acessíveis em lojas de produtos naturais ou perfumarias, no formato in natura para ser preparada em casa ou já preparada, de diversas marcas oferecidas em lojas de produtos de beleza ou clínicas de estética, a argila é uma poderosa aliada no processo de cuidados com o rosto e cabelo. Há no mercado diferentes tipos de argila e para cada tipo é atribuída uma função. Conheça um pouco mais sobre a argila e dicas sobre o seu uso nos rituais de beleza.

 

 

O que é

A argila é um componente mineral, extraída do solo e tem alguns elementos em sua composição, como óxido de alumínio, óxido de sílicio e sais minerais. Dependendo do tipo de solo do qual ela é coletada, a argila apresentará tonalidades distintas: verde, branca, rosa, amarela, cinza, marrom e preta. Para cada tipo de tratamento estético é recomendada um tom de argila.

 

Benefícios gerais

De uma forma geral, a argila de qualquer cor ajuda o organismo a absorver toxinas e impurezas, acalma e suaviza a pele, reduz a oleosidade e ações bacterianas na pele. A seguir vemos detalhadamente como cada tipo de argila pode ajudar no embelezamento.

 

Argila verde

A mais tradicional das argilas, é excelente como tratamento natural contra acnes, espinhas, cravos e oleosidade cutânea. Ela age como um adstringente e tônico, deixando a pele mais “sequinha”. Por ter muitos sais mineiras concentrados, costuma causar uma leve sensação de pinicação e até mesmo um avermelhado na pele, o que é absolutamente normal e passa pouco depois da remoção da máscara. Essa sensação é ativação da circulação da pele.

 

Argila Rosa

É um tipo mais suave, indicada para peles sensíveis e delicadas, ideal para aplicação tanto no rosto quanto no corpo. Funciona como um adstringente mais leve que a argila verde (não provoca vermelhidão) e também traz o benefício de ser tensora, cicatrizante e calmante. Outro tipo de uso para esse tipo de argila é como máscara capilar, possibilitando fios sedosos e macios, ao mesmo tempo que absorverá suas impurezas, numa espécie de “detox capilar”.

 

Argila Branca

Assim como a argila rosa, é ideal para peles sensíveis ou que ficam expostas ao sol por longos períodos de tempo. Quem tem a pele seca também verá resultados positivos com o uso desta argila, que hidrata, clareia, cicatriza e regula a queratina da pele. Pessoas com a pele muito oleosa e com marcas de acne deve primeiramente utilizar a argila verde, enxaguar e aplicar a branca logo em seguida para potencializar os resultados do tratamento.

 

Argila Cinza

Antioxidante natural, funciona como um esfoliante natural e retarda o envelhecimento precoce da pele, pois remove células mortas sem ser tão abrasiva como a argila verde.Também é indicada para tratamentos capilares, regulando a seborreia capilar.

 

Argila Preta

Mais rara do que as demais, é também conhecida como “lama vulcânica” e tem o efeito adstringente e desintoxicante, além de promover a renovação das células e ser um ótimo recurso antienvelhecimento.

 

Preparando máscara de argila para o rosto

Caso prefira comprar a argila in natura para preparar em casa, o procedimento é o mesmo para qualquer tipo escolhido: coloque uma quantidade do pó da argila em um recipiente de vidro e adicione soro fisiológico, água mineral ou água termal. Evite a água da pica, pois a mesma contém cloro. Misture até ficar homogênea: não muito aguada nem muito grossa e aplique no rosto com a ajuda de um pincel, algodão ou com os próprios dedos. Aguarde até que ela seque (o tempo para secar varia com o tipo de argila, a rosa seca mais rápido do que a verde, por exemplo) e enxague. Não esqueça de aplicar um protetor solar ou hidratante de acordo com o seu tipo de pele para otimizar os resultados da máscara. O ideal é que esse ritual seja feito de uma a duas vezes por semana, mas você pode usar dois tipos de argila na mesma aplicação. Use uma e depois a outra, sempre usando a mais suave após a mais abrasiva.

 

Usando a máscara de argila nos cabelos

Para os fios, as argilas rosa e cinza são as mais recomendadas. Com os cabelos úmidos (não precisam estar previamente lavados), aplique a mistura do pó de argila com água filtrada com a ajuda de um pincel, massageie com muita suavidade, aguarde entre cinco e dez minutos e enxague com água morna. Jamais esfregue a argila nos cabelos, pois isso causará quebra dos fios. Este procedimento pode ser feito de uma a duas vezes ao mês por quem tem cabelos mistos ou oleosos e não é recomendado para quem tem cabelo seco ou muito quebradiço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:37


10 sugestões para reciclar roupas

por Couto, em 18.08.14

Reciclar é a palavra chave deste artigo, uma vez que, lhe iremos mostrar como pode dar vida às suas roupas velhas e inutilizáveis. Aqui ficam dez sugestões de como reciclar roupas usadas e antigas de forma criativa e sobretudo económica. Seja uma pessoa que recicla! Vista-se e use produtos de forma mais ecológica!

 

 

 

  1. Moldura forrada com tecido

      

    Material necessário:
    Moldura
    Tesoura
    Tecido
    Cola para tecido
    Pincel

    Como fazer:
    Pegue no tecido e meça de acordo com a moldura e corte dez tiras de tecido e de seguida, retire as ferragens da moldura (guarde-as, porque precisará delas). Comece por colar uma parte de uma tira na parte do tecido, faça um pouco de pressão e aguarde uns minutos para que seque. Passe uma camada fina de cola no resto da moldura e comece a enrolar o tecido na moldura. Uma camada de tecido basta. De seguida, volte a colar as ferragens para que possa voltar a colocar o fundo da moldura.  O resultado final é uma moldura nova e bonita.

 

  1. Tapete

     

    Material necessário:
    Pedaços de tecido
    Máquina de costura (ou agulhas e linhas)

    Como fazer:
    Imagine que precisa de um tapete novo para o seu escritório...com retalhos de roupas pode criar o seu tapete. Basta cortar pedaços de tecido e com o auxílio de uma máquina de costura (ou se preferir à mão) comece a cozer os retalhos, até que o tapete tenha o tamanho que deseja. 

     

  2. Capa para almofadas (sem costura)

     

    Material necessário:
    Tecido
    Fita adesiva para bainha
    Ferro de engomar

    Como fazer:
    Começe por colocar a sua almofada em cima do tecido do avesso que pretende usar para fazer a capa para marcar o tamanho. Para cortar o tecido coloque três dedos ao lado da almofada e corte pelo dedo que está na extremidade do tecido. Faça o mesmo em cada lado da almofada. Verá que tem um quadrado e dobre esse quadrado ao meio e coloque em cima do restante tecido que será para fazer o resto da capa. Volte a utilizar a medida dos dedos, mas desta vez irá usar 4, e corte em cada lado. Repita o procedimento de modo a ter dois pedaços de tecido. Pegue num pedaço de tecido (novamente do avesso) e dobre uma das laterais, de modo a fazer uma bainha. De seguida, coloque a fita adesiva e passe com o ferro de engomar para que, a fita adesiva derreta e cole a bainha. Repita o processo no outro pedaço de tecido retangular. Agora vai trabalhar com o primeiro quadrado que cortou. Coloque a fita adesiva nas laterais do quadrado e coloque os dois retângulos do avesso em cima do quadrado (terá obviamente quatro laterais). Basta voltar a passar o ferro de engomar em temperatura alta para que a mesma derreta. Assim que estiver pronto basta virar para o lado correto e tem a sua capa de almofada.

     

  3. Caixa de arrumação

     

    Material necessário:
    Cola branca
    Uma caixa de cartão
    Tecidos

    Como fazer:
    Corte pedaços de tecido conforme as medidas da caixa. Se quiser pode usar retalhos em vez de um tecido só. De seguida, dê uma demão de cola na caixa (de preferência um lado de cada vez para que a cola não seque) e vá colando os pedaços de tecido conforme a sua preferência.
     

  4. Bolsas

     

    Material necessário:
    Tecido
    Fecho zíper
    Máquina de costura (ou agulha e linhas)

    Como fazer:
    Corte os tecidos em forma de quadrado ou retângulo com as medidas que preferir (e de acordo com o fecho). Coloque os tecidos do avesso e coloque o fecho num lado de um quadrado do tecido. Costure à mão ou à máquina. Repita o processo no outro tecido e costure todas as laterais dos tecidos (do avesso) de modo a formar a sua bolsa. Vire do avesso e passe com o ferro de engomar. Está pronta a usar!
     

  5. Forrar abajour 

     

    Material necessário:
    Cola para tecido
    Tecidos
    Pincel
    Folha para o molde
    Lápis
    Molas

    Como fazer:
    Coloque o abajour em cima do papel que pretende usar como molde e marque com o auxílio do lápis, um traço na união do abajour. De seguida vá rolando o abajour e riscando a extremidade de modo a ter o molde. Deverá ficar da forma do abajour. Recorte o molde, certifique-se de que corresponde à forma do abajour e coloque-o por cima do tecido. Corte o tecido de acordo com o formato do projeto, utilizando uma margem de 2 cm. Passe cola branca no abajour e com cuidado, cole o tecido. Cole também a margem de 2 cm de tecido na parte de dentro do abajour para ficar mais perfeito. Prenda com molas e deixe secar.
     

  6. Batente de porta

     

    Material necessário:
    Tecidos
    Máquina de costura (ou agulha e linhas)
    Areia para o enchimento

    Como fazer:
    Corte dois pedaços de tecido da forma que preferir e costure-os do avesso. Não costure a parte de cima pois será onde vai colocar o enchimento. Vire do avesso e encha com a areia. Cosa a parte de cima e o seu batente está pronto a usar.
     

  7. Fitas de cabelo

     

    Material necessário:
    Tecidos
    Elástico
    Elementos decorativos
    Cola para tecido
    Máquina de costura (ou agulha e linhas)

    Como fazer:
    Corte o tecido de forma retângular com uma medida da sua preferência, dobre ao meio e cole o tecido. De seguida corte o elástico e costure nas laterais do tecido. Com a ajuda da cola para tecidos, cole elementos decorativos para tornar a sua fita mais divertida e criativa.
     

  8. Remendos

     

    Material necessário:
    Tecidos

    Como fazer:
    Fazer remendos é a forma mais fácil de aproveitar roupas antigas. Basta cortar vários quadrados de tecido de vários tamanhos. Guarde-os numa caixinha e estão prontos a usar.

     

  9. Capa de livro

     

    Material necessário:
    Livro (para usar como medida)
    Tecido
    Alfinetes
    Fita para bainha
    Ferro de engomar

    Como fazer:
    Coloque o livro aberto em cima do tecido e comece por dobrar as laterais, marcando-as com alfinete.  Corte com uma margem de 1,5cm e retire o livro. De seguida coloque a fita para bainha nas partes de cima e de baixo das laterais previamente marcadas e passe com o ferro de engomar para derreter a fita. Está pronto a usar.

 

Como vê existe várias formas de reciclar roupas usadas, de forma ecológica, criativa e económica. Divirta-se a recriar, acima de tudo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:19


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

subscrever feeds